Presença de público nos recintos desportivos

No seguimento da publicação da Resolução do Conselho de Ministros n.º 74-A/2021, que define a estratégia para a nova fase de desconfinamento, e dando continuidade às normas definidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), a partir do dia 19 de junho de 2021 (inclusive) é permitida a presença de público nos recintos desportivos dentro dos seguintes requisitos, cuja garantia e cumprimento dos mesmos é da exclusiva responsabilidade do clube visitado.

Assim, de acordo com os Artigos 28º e 40º da referida Resolução do Conselho de Ministros, nos municípios de fase 1 (à exceção de Albufeira e Loulé, todos os municípios do Algarve se encontram nesta fase neste momento), é permitida:

  • a) A prática de todas as atividades de treino e competitivas profissionais e equiparadas, desde que sem público;
  • b) A prática de todas as atividades de treino e competitivas amadoras, incluindo de escalões de formação, sendo admitida a presença de público desde que com lugares marcados, distanciamento e com limite de lotação correspondente a 33 % da lotação total do recinto desportivo;
  • c) A prática de todas as atividades de treino e competitivas amadoras, incluindo de escalões de formação, fora de recintos desportivos, sendo admitida a presença de público com limites de lotação e regras a definir pela DGS;
  • d) A prática de atividade física ao ar livre e em ginásios e academias.

Foi ainda esta quarta-feira publicada a atualização da Orientação 19/2020 da DGS que determina (ponto 24. b.) que, nos eventos desportivos, devem ser realizados rastreios laboratoriais (ponto 25.):

  • Aos “profissionais e participantes/espectadores, nos termos do Plano de Promoção da Operacionalização da Testagem para SARS-CoV-2., sempre que o número de participantes/espectadores seja superior a 1000, em ambiente aberto, ou superior a 500, em ambiente fechado”.

A Associação de Futebol do Algarve recorda que devem ser respeitadas todas as orientações da DGS, nomeadamente a Orientação n.º 36, bem como as que vierem a ser emitidas e atualizadas, e que todas as referidas normas são de aplicação cumulativa.

17.06.2021
(Artigo atualizado às 16.42 horas)