FC Ferreiras recebe primeira Visita Técnica do Processo de Certificação

O Futebol Clube (FC) Ferreiras recebeu, na manhã desta segunda-feira, uma Visita Técnica relativa ao Processo de Certificação de Entidades Formadoras, uma iniciativa da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que tem como objetivo avaliar, reconhecer e certificar a atividade de todas as Entidades que disponibilizam formação nas modalidades de Futebol e Futsal a jovens praticantes até aos 19 anos.

“Já conhecíamos o Futebol Clube Ferreiras, um clube muito bem organizado e, seguramente, uma das referências da formação no Algarve”, disse Pedro Luz, elemento da Federação ligado ao Processo de Certificação, acrescentando que “este é um projeto ao qual a Federação Portuguesa de Futebol tem dado uma grande responsabilidade e importância”.

“Acreditamos que este será um instrumento que ajudará os clubes a melhorarem os processos desportivos e o papel da formação. Estrategicamente parece-me ser um processo que vai, acima de tudo, valorizar o futebol, que é o nosso objetivo”, afirmou Pedro Luz.

A Visita Técnica serviu para validar ou confirmar no terreno a situação descrita pela Entidade na sua Autoavaliação - etapa terminada no passado dia 31 de outubro – e para identificar oportunidades de melhoria.

“O Ferreiras pretende cada vez mais ter uma melhor formação, dedicando-se, em especial, aos jovens do concelho e de algumas localidades vizinhas”, refere António Colaço, Presidente do clube.

Tiago Inácio, Diretor da Entidade Formadora, destacou uma “visita bastante positiva”. “O nosso objetivo é tentarmos certificar o clube para que possamos dizer que a nossa formação é de excelência; uma formação na qual ensinamos futebol com qualidade e rigor e que possamos ter atletas a representar o país, se for o caso, e ser um bom exemplo para todos”.

Presentes na primeira visita da época a nível nacional estiveram ainda Paulo Cardoso e Renato Alves, consultores da YFM, parceira da FPF, e Albertino Galvão, José Borges e Helder Brito, membros da Subcomissão regional.

Acerca do Processo de Certificação

O processo de Certificação da FPF teve início em janeiro de 2015, com o objetivo de dar resposta à legislação prevista sobre esta matéria, Lei 28/98, de 26 de Junho (entretanto substituída pela Lei 54/2017, de 14 de Julho) - “Para efetuar o registo de Contratos de Formação Desportiva (CFD), na respetiva Federação, o Clube tem que obter a Certificação como Entidade Formadora.”

Decorridos três anos, o processo acolheu e avaliou cerca de 60 Entidades com formação na modalidade de Futebol, essencialmente de clubes da 1ª e 2ª Liga, mas também já de alguns clubes do Campeonato de Portugal e das divisões distritais.

O Processo de Certificação pode ser descrito em sete grandes passos e pela seguinte ordem: Registo, Enquadramento Inicial, Autoavaliação, Visita Técnica, Relatório Preliminar, Audiência de Interessados e Relatório Final.

Alargamento a todos os clubes na época 2018/2019

Independentemente do enquadramento competitivo, a partir da época 2018/19, o processo foi alargado a todas as entidades que disponibilizem formação a jovens até 19 anos, no Futebol e no Futsal.

O processo iniciou-se com o Registo de cada clube na Plataforma de Certificação criada para este propósito. O passo seguinte foi o de Enquadramento Inicial no qual as entidades responderam a questões relativas aos Requisitos Mínimos de Acesso, antes da Autoavaliação.

Após a Visita Técnica e o preenchimento do respetivo Relatório Preliminar há um período onde as entidades podem contestar, corrigir ou atualizar situações apontadas no relatório (Audiência dos Interessados).

O Relatório Final dirá à Comissão de Certificação da FPF qual deve ser a proposta de classificação final de cada Entidade (1, 2, 3, 4 ou 5 estrelas), sendo este enviado no máximo até dia 31 de maio. As Visitas deverão estar concluídas a 30 de março de 2019 e os Relatórios Preliminares no dia 25 de abril.

A equipa da Associação de Futebol do Algarve no Processo de Certificação

A Subcomissão da Certificação das Entidades Formadoras da Associação de Futebol do Algarve é composta por Albertino Galvão (Presidente), José Borges (Coordenador Técnico) e Helder Brito (Gestor).

As vinte e duas Associações Distritais e Regionais estarão envolvidas no processo, trabalhando em coordenação com a Equipa de Certificação da FPF, sendo responsáveis pelo processo nos seus clubes filiados.

Caso algum clube não conclua o Processo de Certificação até 2020/2021 ficará impossibilitado de participar em competições nacionais, para além de não receber dividendos de eventuais transferências de jogadores formados no clube e de perderem a elegibilidade para receber programas de apoio por parte da FPF.

Clique aqui para aceder à Plataforma de Certificação da FPF. Para saber mais consulte o guia de enquadramento e etapas do Processo.

Em caso de dúvida, não hesite em contactar a Subcomissão da Certificação das Entidades Formadoras da Associação de Futebol do Algarve através do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

cert 77

03.12.2018