Associações de Futebol apelam ao enquadramento do Desporto no Plano de Recuperação e Resiliência

Após o Governo ter colocado em consulta pública o Plano de Recuperação e Resiliência no valor de 13.900 milhões de euros, no qual não constam apoios ao Desporto, as Associações Distritais e Regionais de Futebol manifestam o seu “descontentamento” e “estranheza” por verem o Desporto não ser contemplado com ajudas que consideram vitais.

  • A não promoção da atividade física como garante do bem-estar físico e psicológico
  • O decréscimo brutal de número de atletas federados
  • O comprometimento definitivo da evolução desportiva de milhares de praticantes que aspiram chegar ao topo
  • O papel do desporto na educação e na formação pessoal e como garante de saúde pública
  • O contributo essencial do desporto na luta contra a desigualdade social, estratificação e pobreza, em especial nas crianças
  • O desaparecimento eminente de clubes e associações desportivas, que arrasta consigo um grave problema social e económico

 Por considerarem que o documento ignora todos estes pontos, as Associações Distritais e Regionais de Futebol apelam ao Governo para que enquadre a prática desportiva no Plano de Recuperação e Resiliência.

 O documento completo subscrito pelas 22 ADR´s pode ser lido aqui.